Idoso filma o próprio acidente em voo ao ser surpreendido por vento

Notícias

O idoso, de 66 anos, que ficou enrolado à lona de um parapente e preso em um poste, enquanto tentava uma manobra de pouso em uma praia de São Vicente, no litoral de São Paulo, gravou o próprio acidente por meio de uma câmera acoplada ao capacete. Adejanir Fontana ficou quase duas horas pendurado pelas cordas do equipamento. As imagens foram obtidas pelo G1 nesta segunda-feira (24).

O vídeo mostra o momento da decolagem, a partir do Morro da Asa Delta, pouco antes das 13h do último sábado (23). Instantes depois, quando o aposentado ainda sobrevoava parte dos jardins da orla e pretendia aterrisar em uma área próxima e segura, reservada para a prática, uma rajada de vento mudou o curso do parapente.

Aposentado gravou o próprio acidente em São Vicente, SP — Foto: ReproduçãoAposentado gravou o próprio acidente em São Vicente, SP — Foto: Reprodução

Aposentado gravou o próprio acidente em São Vicente, SP — Foto: Reprodução

O equipamento acabou enroscando em um poste de iluminação de cerca de 14 metros de altura, que fica no canteiro central da Avenida Padre Manoel da Nóbrega, na Praia do Itararé. Segundo os bombeiros que atenderam à ocorrência, o incidente só não foi maior porque o poste não é energizado externamente.

Apesar da situação tensa, o vídeo revela que o aposentado não se desesperou. A primeira reação dele foi pedir pelo Corpo de Bombeiros. “Não foi previsto, aconteceu. Estou aqui, dependendo das cordinhas e me segurando. Estou deitado, travado, mas está complicada essa altura, só esperando o bombeiro me tirar”, comenta, tranquilamente, na própria gravação.

Bombeiros resgatam homem pendurado em poste com parapente em São Vicente, SP — Foto: G1 SantosBombeiros resgatam homem pendurado em poste com parapente em São Vicente, SP — Foto: G1 Santos

Bombeiros resgatam homem pendurado em poste com parapente em São Vicente, SP — Foto: G1 Santos

Espírito aventureiro

Adejanir Fontana precisou esperar cerca de duas horas para ser colocado novamente em terra firme. A primeira tentativa dos bombeiros foi frustrada. Já na segunda, foi possível colocá-lo dentro do cesto de resgate e tirá-lo em segurança.

O aposentado, após o resgate, chegou a se ajoelhar e beijar o chão, aliviado. Em seguida, brincou com a própria situação e lembrou que o esporte o ajudou a superar uma depressão. “Pelo menos, eu saí da depressão, que era muito pior. Não pode parar, caso contrário, pela minha idade, vou ter que ficar jogando dominó. Eu quero é voar e aproveitar o pouco de vida que eu tenho”, finaliza.

Fonte: G1