Justiça autoriza bloqueio bancário de suspeito pela morte do ator Rafael Miguel e seus pais

Notícias

Após pedido da Polícia Civil de São Paulo, a Justiça autorizou o bloqueio da única conta bancária em nome de Paulo Cupertino Matias. O comerciante é apontado como autor dos disparos que mataram o ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos, e seus pais João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50.

O bloqueio visa dificultar a fuga do suspeito, que está foragido há 12 dias. A polícia investiga ainda se Paulo Cupertino Matias está recebendo a ajuda de outras pessoas durante sua fuga.

Ainda não se sabe qual meio de transporte Cupertino usou para escapar. O último carro que o suspeito teria usado foi apreendido pela polícia. O veículo foi roubado no dia 28 de novembro de 2018 e utilizado por Cupertino, com placas clonadas, por mais de seis meses.

O comerciante de 48 anos está foragido desde o crime, que ocorreu no dia 9 no bairro da Pedreira, na Zona Sul de São Paulo. Ele é procurado em São Paulo e em mais cinco estados: Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul. A delegacia que investiga o caso divulgou recentemente fotos com possíveis disfarces que o assassino poderia utilizar para se esconder.

Fonte: G1