Três são presos em Florianópolis suspeitos de envolvimento na morte de advogado em Curitiba

Notícias

Três homens foram presos em Florianópolis na quarta-feira (29) suspeitos de envolvimento na morte do advogado Leonardo Ivankio Sudul, de 28 anos, em Curitiba (PR). Os suspeitos, um com 25 e dois com 26 anos, foram encaminhados para a cidade paranaense, onde continuavam detidos até a manhã desta quinta-feira (30).

O corpo do advogado criminalista foi encontrado dentro de um carro em chamas no bairro Uberaba, em Curitiba, em 6 de novembro. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba, que investiga o caso, não passou detalhes sobre a prisão e a investigação na manhã desta quinta (30).

Prisão em SC

Por volta das 18h, o grupo estava na Barra da Lagoa em um carro com placas de São Paulo quando foi abordado por policiais da 10ª DP e por policiais militares. Eles tentaram fugir, mas foram cercados.

“A informação que temos é que um deles era cliente e que o advogado estava tentando cobrar os honorários”, conta o delegado João Loss Medeiros, da 10ª DP da Lagoa da Conceição.

Os três suspeitos tinham mandados de prisão temporária expedidos pela Vara do Tribunal do Júri de Curitiba.

Outros dois homens, de 22 e 28 anos, estavam com os suspeitos, mas foram liberados. Todos são de Curitiba e estavam escondidos em uma casa alugada na Praia Mole, conforme Medeiros.